segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Coluna monarquista em Jornal do Mato Grosso está no ar!

A partir de hoje o jornal eletrônico CENÁRIO MT - http://cenariomt.com.br/vip/cenariovip/colunav.asp?cod=311266&codDep=22 - começa a publicar uma coluna monarquista semanalmente. Quem assina os textos é José Boas, sociólogo e jornalista que milita na causa monárquica há duas décadas e que fundou recentemente o jornal multimídia O RESTAURADOR - que conta com blog, jornal impresso mensal e página na internet que será inaugurada no próximo dia 06 de Setembro, véspera da festa de proclamação de Independência.

Eis o primeiro texto da coluna na íntegra:
 Governo de Dilma é quatro vezes mais caro que Monarquias europeias

 
Mal assumiu a coroa da Bélgica e o novo rei, Phellipe I, já demonstrou que suas preocupações com seu país vão muito além do trabalho de chancelaria e representação internacional. Foi anunciado nesta semana que a família real belga, além de reduzir seu próprio salário, irá pagar todos os impostos que os demais cidadãos pagam.

O choque de austeridade proposto por Sua Majestade prevê também, segundo o primeiro-ministro belga Elio di Rupo, que o número de familiares beneficiados do rei seja reduzido no futuro, limitando-se ao rei e ao seu herdeiro direto.

Além disso, os irmãos mais novos do monarca continuarão a receber o salário, mas terão que desempenhar funções públicas para justificar o que ganharem, caso contrário, terão que abrir mão do dinheiro.

As medidas propostas pelo novo rei dos belgas não são exclusividade daquele país como muitos podem pensar... recentemente um estudo demonstrou que os Estados Monárquicos têm administração pública mais barata e eficiente que as repúblicas. Só a título de exemplo, a Monarquia Britânica custa anualmente a quantia de U$ 1,20 a cada um dos seus súditos; as Coroas da Suécia e da Bélgica – US $0,77; a Monarquia Espanhola; US $0,74; a Monarquia Japonesa – US $0,41; e a Monarquia Holandesa – US $0,32... já a presidência da república dos Estados Unidos custa a cada um dos seus cidadão a quantia de US$ 5,00, ou seja, Barack Obama custa dez vezes mais que qualquer rei ou rainha ao redor do mundo!

E o Brasil?; me perguntariam os leitores... a república do Brasil, minhas queridas e meus queridos, como não podia deixar de ser, segue o rumo perdulário dos Estados Unidos. Além de gastarmos US$ 1,50 cada um anualmente para sustentarmos a senhora Dilma Roussef (cerca de R$ 744 milhões ao ano, segundo dados do Palácio do Planalto), ainda temos que arcar com as aposentadorias dos ex-presidentes Sarney, Collor, Fernando Henrique Cardoso e Lula, que consomem mais R$ 1,2 bilhão anualmente dos cofres públicos (R$ 300 milhões para cada um, que além dos salários de quase R$ 27 mil, inclui no pacote ainda algumas mordomias tais como: dois carros oficiais para cada ex-presidente e seis seguranças 24 horas e auxílio moradia).

Outro dado alarmante que depõe contra o Brasil neste caso: enquanto a renda per capita de cada uma das monarquias citadas passa dos US$ 30 mil, a nossa sequer chega a US$ 12 mil... ou seja, ganhamos a metade e gastamos o dobro ou, segundo a boa matemática, arcamos com uma diferença de quatro vezes mais que ingleses, belgas, dinamarqueses, suecos, holandeses e espanhóis para sustentarmos aqueles que, em tese, nos representam.

Vocês acham isso junto?

Fonte: http://cenariomt.com.br/