quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Rafaela Souza, a menina de ouro do Brasil!

Se viva fosse, hoje a Princesa Isabel estaria em júbilo!
Hoje uma mulher, negra, sagrou-se a primeira brasileira Campeã Mundial de Judô, não por tempo ou por desclassificação da concorrente. NÃO! Foi por um golpe executado com a máxima perfeição: Ippon!... Ano passado esta mesma judoca, Rafaela Souza, foi mal-tratada, xingada, chamada de "macaca" por alguns desajustados infelizes através das redes sociais por ter sido desclassificada em uma competição.
Rafaela Souza, a menina de ouro do Brasil!
 A república, animada pelo racismo dos escravocratas que a apoiaram, andou na contra-mão da política de integração social dos negros à sociedade, cujos maiores impulsionadores e patrocinadores eram Sua Majestade D. Pedro II e Sua Alteza a Princesa Isabel. Em seu círculo pessoal de amizades a Família Imperial contava com a companhia de pessoas da envergadura moral e intelectual de André Rebouças, José do Patrocínio e Machado de Assis.
Quando do golpe de 15 de novembro, vários republicanos - entre eles o hoje tão aclamado Ruy Barbosa - invadiram cartórios em todo o Brasil e queimaram os registros de compra, venda e "posse" de negros para que, no futuro, ninguém pudesse exigir qualquer tipo de indenização pelo trabalho desumano a que fora obrigado e se submeter.
Aliás, o nome completo de Nossa Redentora era: Isabel Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bragança e Bourbon...
Parabéns, Rafaela! Muito obrigado por mostrar a todos que nós estávamos certos desde o início! Muito obrigado por nos dar tanto orgulho!